quarta-feira, março 31, 2004

Cinema: as minhas 10 actrizes preferidas

Eu sei que isto parece coisa de adolescente, mas apetece-me lançar algumas sementes aparentemente fúteis para alguma discussão cinéfila. Talvez seja a costela científica, a mania das listas, das tabelas, das classificações ou ainda as minhas visitas ao interessante Blog sobre Kleist que se diverte a inventar listas de perfumes de gelados. Independentemente do motivo aqui vai:

Solveig Dommartin (Asas do Desejo, Wim Wenders)
Fanny Ardant (La femme d'à côté, François Truffaut)
Catherine Deneuve (Belle de Jour, Luis Buñuel)
Isabelle Huppert (A Pianista, Michael Haneke)
Rossy de Palma (Kika, Pedro Almodovar)
Franka Potente (Corre Lola Corre, Tom Tykwer)
Fernanda Montenegro (Central do Brasil, Walter Salles)
Paprika Steen (Festen, Thomas Vinterberg)
Jodie Foster (Contacto, Robert Zemeckis)
Leonor Silveira (Vale Abraão, Manoel de Oliveira)
Sarah Polley (Futuro Radioso, Atom Egoyan)
Theresa Randle (Girl 6, Spike Lee)
Isabella Rossellini (Blue Velvet, David Lynch)
Branka Katic (Gato Preto, Gato Branco, Emir Kusturica)
Rosario Dawson (A última hora, Spike Lee)

Isto começou em 10 e acabou em 15. Não queria ser injusto.
Entre parêntesis indico o filme em que mais apreciei o desempenho de cada actriz e o respectivo realizador.
A Marion de Solveig Dommartin é a personagem que mais me ficou na retina, aquele passeio pela tela que começa no trapézio voador e acaba no beijo ao anjo Damiel já transformado em homem, actuação açucarada pela sua dança solitária ao som de Nick Cave num clube berlinense. Reconheço que é quase pecado colocá-la à frente das duas grandes divas do cinema. Fanny Ardant à frente de Catherine Deneuve também merece uma explicação, eu sei. Acho que a Fanny tem um talento especial para realçar as fraquezas e as dúvidas de personagens profundamente apaixonadas pela vida tornando essas personagens ainda mais "ardentes" (de Fanny "Ardente"). Se Fanny substituísse Deneuve no filme a "Belle de Jour", o filme teria sido demasiado bom. Por outro lado, Deneuve poderia encaixar perfeitamente na personagem de Ardant em "La femme d'à côté", tornando o filme talvez mais poderoso, mas também mais frio.

2 comentários:

Anónimo disse...

http://commandercialisgeneriquefr.net/ cialis sans ordonnance
http://acquistarecialisitaliaonline.net/ acquisto cialis
http://comprarcialisespanaonline.net/ cialis
http://achetercialisfranceonline.net/ cialis pas her

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ achat viagra
http://prezzoviagraitalia.net/ acquisto viagra
http://precioviagraespana.net/ viagra