terça-feira, novembro 25, 2003

Vítima da ciência

A minha fé na ciência não me tem desiludido ao longo da minha existência, há contudo um aspecto da vida quotidiana onde não posso dizer o mesmo. Todos os dias acordo com a TSF e só me levanto depois de ouvir a previsão metereológica, como a TSf não dá a temperatura para Coimbra, faço a média entre Lisboa e Porto tiro-lhe 1 ou 2 graus (particularidades regionais) e escolho um agasalho conveniente.

Ora como toda a gente sabe estas previsões falham com bastante frequência pelo que seria razoável espreitar pela janela primeiro; o meu problema é que acredito mais na previsão do que nas sensações que o meu corpo me transmite, dou por mim várias vezes com um sobretudo num dia cheio de sol enquanto toda a gente está com um casaquito ridículo e fico à espera da vaga de frio para me dar razão enquanto me rio por dentro a olhar para os "tansos".

Tenho apanhado belíssimas constipações graças a esta atitude e nem por isso a minha fé na metereologia tem sido abalada, devo ser um caso patológico de beatice científica...

Sem comentários: