quinta-feira, novembro 06, 2003

O anarquista amargurado

Agora que descobri que sou um anarquista (ver esta posta) tenho alguns problemas que me têm amargurado, a saber:

1º- Não tenho roupa de anarquista e ando praí a fazer a triste figura de um pequeno-burguês que nem sequer uma boina basca usa para enfeitar a cabecinha subversiva.

2º- Não sei nenhumas músicas decentes que um anarquista possa cantar se se encontrar em avançado estado alcoólico (Existe algum cancioneiro oficial?)

3º- Não tenho amigos anarquistas (pelo menos que saiba) e tenho a perfeita noção de que não há nada mais ridículo do que um anarquista solitário (embora orgulhoso).

4º- Não sei que metodologia utilizar, se a do "Banqueiro Anarquista" que destrói o sistema por dentro enquanto se enche de dinheiro ou algo mais do género Unabomber e desatar a rebentar com tudo o que seja edifício público. Decisões, decisões....


Queria então pedir a todos aqueles que tenham experiência nesta doutrina ou que conheçam algum anarquistazito simpático que me aconselhem e me ajudem a abraçar este desígnio que me foi revelado. Prometo ser um bom discípulo e disponho-me desde já a fazer os trabalhos mais aborrecidos como sejam tratar de papelada, dobrar os folhetos ou limpar as bombitas para que deêm uma boa imagem da organização. Aceito propostas através do mail desta página...

Sem comentários: