quinta-feira, outubro 09, 2003

Uma questão de timing

"Tribunal da Relação de Lisboa decide libertar Paulo Pedroso da prisão preventiva", este será certamente o título da maior parte dos jornais amanhã de manhã. Depois da bronca inter-ministrial eis mais uma grande notícia para ocupar todo o espaço mediático durante semanas, imediatamente recomeçam todo o tipo de discussões em torno do caso da pedofilia e das figuras envolvidas. O espaço mediático que seria ocupado com o restos da bronca ministrial, com as televisões a espremerem até ao tutano o veio de ouro que são estes acontecimentos, será a partir de amanhã atribuído à questão da inocência de Paulo Pedroso, ao seu possível retorno ao parlamento ou ainda ao problema das prisões preventivas em Portugal, tudo isto me parece mais ou menos natural e já nos vamos habitaundo a este fade-out dos "grandes acontecimentos".
A grande dúvida que tenho é o que teria acontecido se Paulo Pedroso tivesse sido libertado na semana passada, será que a SIC tinha dado logo a notícia sobre a filha do ministro da educação? ou será que a guardava para uma altura mais mortiça em que fosse preciso tirar um trunfo da manga para ganhar a guerra das televisões?

Posso até estar enganado e a fazer especulações indevidas, mas tenho quase a certeza que se a decisão do tribunal tivesse sido antecipada de alguns dias não haveria tomadas de posse no governo esta semana...

Sem comentários: