sexta-feira, outubro 17, 2003

Istambul será nossa!

No post Istambul2 Pacheco Pereira afirma que os burocratas de Bruxelas nunca terão hipótese de uniformizar as ruas caóticas desta cidade turca. Também já lá estive e até percebo o que quer dizer JPP, aquilo realmente impressiona pela diversidade e pela riqueza cultural, o problema é que Bruxelas tem uma forma muito simples de corromper até as culturas mais vivas, basta para isso dar dinheiro para que "eles" fiquem mais parecidos com os "outros" que somos nós (somos? queremos ser?).

Quando se diz a um agricultor que tem de deixar de plantar um certo tipo de tangerinas que embora saborosas não podem ser vendidas num qualquer "Pingo Doce", podem ter a certeza que ele não tem escolha e passa a plantar maçãs "Golden Smith" como todos os outros agricultores europeus. Não há maneira melhor de convençar alguém a mudar, por dinheiro todas essas mil variedades de azeitonas de que fala Pacheco passarão a uma só, a oficial, a europeia, e no momento em que houver 4 MacDonalds à volta de Hagia Sofia ou da Mesquita Azul, poderemos finalmente dizer que a Turquia faz parte do clube dos países civilizados, modernos e cada vez mais tristes...

Sem comentários: