sábado, setembro 27, 2003

As conclusões de Pacheco

Parece que JPP já percebeu que não existe nenhuma diferença qualitativa entre os protestos da academia de Coimbra e os das suas congéneres de Lisboa ou de outros pontos do país. Só é pena que no seu post "ESTUDANTES DE COIMBRA E PAPEL HIGIÉNICO" tenha concluído que este tipo de protestos era o sintoma de uma academia doente e no mais recente "PAPEL HIGIÉNICO E LARANJAS PODRES, O MESMO COMBATE!" em que procura emendar a mão, tenha apenas tecido algumas considerações gerais acerca do traje académico.
Mais uma vez se prova que por um qualquer motivo obscuro o mais pequeno pretexto serve a Pacheco Pereira para atacar Coimbra.

De resto concordo com a quase totalidade do que escreveu neste último post embora ache que o envergar do traje é apenas a face mais visível da falta de criatividade e de sentido crítico de grande parte da comunidade estudantil.

Sem comentários: